du Contra: Agosto 2006

quinta-feira, 31 de agosto de 2006

BlogDay 2006

Ha! Hoje é o dia mundial do blog, meu amigo.

31/08, certo? 3108 = BLOG!


Agora aqui vão minhas cinco recomendações de blogs, em ordem aleatória:

1. Hoje é um Bom Dia
Feito pelo Kid, diretamente do Canadá. Assunto variando entre coisas nerds e textos humorísticos.

2. Sedentário e Hiperativo
Blog de assunto variado, atualizado diariamente com diversos links interessantes e muita coisa boa que rola na web. Fui entrar agora e está fora do ar por ter estourarado o limite de banda, mas acho que volta rápido. Já voltou.

3. Garotas que Dizem Ni
Três jornalistas apresentam um texto novo todos os dias sobre assuntos bem variados e legais de ler.

4. OMEdI
Estilo Sedentário e Hiperativo, com posts diários com links atuais do que está rolando na internet.

5. Brainstorm #9
Sobre publicidade em geral, apresentando as melhores peças da atualidade.

Isso é muito pouco em relação aos blogs que leio, mas são os que mais me chamaram atenção na hora que fui fazer a seleção para postar aqui.

Clique aqui e visite minha página com os feeds que assino no bloglines, caso queira ver os outros blogs que gosto e costumo ler.

postado por Zeca Daidone - 21:01 - comente (0)

terça-feira, 29 de agosto de 2006

Falta de ânimo

O blog não foi abandonado, eu simplesmente estou totalmente sem vontade de postar. Hoje acabou pela décima quarta vez do ano outro período de provas, então eu poderia usar a falta de tempo como desculpa pela falta de posts nesses últimos dias, mas seria mentira.

Tive tempo, tive idéias, mas não tive o pouco de vontade necessária para sentar e fazer algo.

Ontem eu pensei: 'de amanhã não passa, vou ter que postar nem que seja uma foto de um lagarto!', então vamos cumprir a primeira parte:


Consciência mais leve agora.


E agora, quando abri o bloco de notas com a listinha de 'idéias para posts', não me animei para concluir nenhum. Se eu tivesse usado melhor a aula de história, e aproveitado meu ânimo para escrever algo ao invés de ficar desenhando escadas e pistas de autorama, eu não teria que postar lagartos como enche-lingüiça. Ou se eu tivesse prestado atenção nos resumos que a professora fazia, talvez eu tivesse ido melhor na prova da semana que vem! Orra, semana que vem JÁ TEM PROVA?

Confesso que o frio também ajudou para meu desânimo. Inclusive, vou aproveitar pra postar uma poesia (?) que fiz só de brincadeira há um tempo quando também estava muuuuito frio.

FRIO

Tô tremendo
Não é medo
É frio
Tá chovendo

Hora da janta
Tô com frio
Uso jaqueta
Não adianta

Vou congelar
Nem no computador
Posso ficar
Puta, que dor!

Tô doente
Vou dormir
Não sou demente
Para sair!

postado por Zeca Daidone - 18:26 - comente (2)

quinta-feira, 17 de agosto de 2006

O prato que faltava

Seydo era um menino que sempre arrumava a mesa de casa. Todo dia ele colocava três copos e pratos e garfos e facas e guardanapos, para seus pais e ele mesmo.

Ele tinha um irmão, Creslem, que estudava em outra cidade e só ia para o lar durante as férias.

Nas últimas férias, por sinal, na primeira noite que Creslem estava em casa, não tinha achado seu prato na hora da janta. Seu irmão havia esquecido de colocar.


Seydo estava habituado a colocar a mesa apenas para três pessoas, não fez por mal. Mas por causa disso Creslem perdeu a fome, não comeu naquele dia, fugiu de casa, e nunca mais voltou.

Agora ele morava sozinho e ninguém esquecia de colocar seu prato. Ou seu copo, garfo, faca. E guardanapo nem tinha, limpava a boca na toalha. Ele que tinha que lavar, mesmo.

Moral da história: se for você que lava a toalha, limpe a boca nela mesmo e não gaste guardanapo. As árvores agradecem.

---

Imagine, leitor, que você tenha comprado a versão extendida. Leia agora o bônus da moral.

---

De tanto lavar suas toalhas sujas de restos de comida, você gastará muita água que já está faltando no nosso querido planeta azul. Então pare de comer. Já que não sujar a boca é impossível, e ficar com a boca suja é nojento (mas não deixa de ser uma opção, se você não for sair de casa ou não se importar com o resto da sociedade).




Nota informativa:
Escrevi essa história baseando-me em fatos reais ocorridos com meu amigo Carnerov Karnerov. Na vida real tudo foi bem mais emocionante, pois o irmão, ao perceber que haviam esquecido dele, simplesmente tomou a iniciativa de pegar seu prato, copo, talheres, e guardanapo por si próprio.

postado por Zeca Daidone - 16:43 - comente (13)

segunda-feira, 14 de agosto de 2006

Propaganda da Coca Cola

Apaixonado que sou por refrigerantes, principalmente Coca Cola, também sempre admirei as obras de artes que são seus comerciais.

Neste último, que achei visitando o Brainstorm #9, os publicitários uniram um outro elemento que também sou vidrado: o jogo Grand Theft Auto.

O personagem principal do jogo é um criminoso de marca maior, e a intenção da propaganda foi que, ao tomar uma Coca Cola, ele começou a mudar suas atitudes. Confira só, vale a pena.



Depois, pesquisando mais pelo YouTube, achei essas outras lindas peças.









E olhem a assinatura que estou usando no FHBD:



Apaixonado eu? Magina. E eu ainda um dia cogitei trocar Coca Cola por Pepsi. tsc tsc

postado por Zeca Daidone - 20:04 - comente (4)

quarta-feira, 9 de agosto de 2006

Insônia e falta de tempo

De noite eu tenho dormido mal, acordo de tempo em tempo e me vejo com dificuldades para pegar no sono. Daí de tarde eu não tenho forças para fazer o que preciso, e acabo desmaiando e até babando na cama.

Chega de noitinha antes de dormir e não tenho tempo de fazer tudo o que preciso, então até que tento seguir um roteiro, onde no topo vêm as coisas mais importantes.

Postar no blog é importante, mas não aumenta minha nota no boletim escolar. Acho que só com essa frase já deu para basicamente entender o que quero dizer.

Amanhã, por exemplo, tenho prova e dois resumos para entregar, e claro que ainda não fiz e só lembrei quando tinha aberto o bloco de notas para começar a escrever um post. Fica para outro dia então, certo?

Eu devia aproveitar melhor meu tempo, eu sei. Devia escrever os posts durante as aulas, como sempre fiz. Mas é que por estar dormindo mal durante a noite, fico com sono de manhã e acabo sem forças para nada. Vagabundo.

Sabe o que é legal? Se eu enrolar mais um pouquinho isso até pode virar um post de verdade. HAHAHA Estou fazendo o que sempre abominei, mas um dia eu ainda quero terminar de escrever meu livro, talvez até publicá-lo. Meu defeito é que só fico lendo o que já escrevi e editando as mesmas partes o tempo todo, ao invés de escrever mais e mais e somente revisar no final.

No fim acho que daria tempo de ter escrito o post que comecei e desisti pensando que não ia dar tempo, agora já era.


Foto de um ovo.

Esse blog tá ficando cada dia mais idiota, como bem disse a mulher do rosto coberto que leu minha mão ano passado. A foto do ovo foi recomendação dela, em momentos de insônia.

postado por Zeca Daidone - 19:57 - comente (4)

sábado, 5 de agosto de 2006

Máquina de tomar remédios

Ontem fui ao médico, de novo. Dessa vez com um nome um pouco mais complicado, até chique, eu diria. Otorrinolaringologista. =P

Descobri que meu estado é pior do que pensava, mesmo me sentindo bem melhor. Sabe como? Nada mais que VINTE E UM dias de antibiótico me foram receitados! O médico falou que tenho rinite e se complicou para sinusite, pois tomei pouco tempo de remédio na primeira vez, já que o cara que me atendeu no pronto atendimento achou que eu só tinha amidalite. *

Mas depois ele explicou que essa enorme quantidade de remédio nem é por causa de meu estado ou pelo que estou sentindo agora, e sim para um tipo de tratamento a longo prazo. No caso, seria a primeira e com sorte última vez que eu teria uma crise de sinusite. Então vamos lá, agora só faltam exatamente 79 comprimidos de antibiótico, 7 de um outro remédio lá que nem sei pra que serve, 126 gotejadas de um líquido no nariz, e mais 60 espirradas em cada narina.

Chega a ser engraçado, eu odeio remédio, tem dia que passo dor de cabeça pra não ter que tomar nenhum tipo de analgésico, e agora a cada 6 horas preciso ver uma tabelinha dos comprimidos! Mas dane-se, chega de reclamar em blog que já encheu o saco... O negócio é dar risada. =D

Vejam esse vídeo que uns amigos fizeram na viagem de Porto:



Explicando: Pexero é o cara que tá dormindo, GG é o que tá tacando fogo, Cadu é o que falou para o GG que tá muito perto, e Marmota é o senhor da risada mais engraçada que existe, empatando com a do Luli.

* Quando eu li de novo esse parágrafo eu juro que até dei risada! =/

postado por Zeca Daidone - 23:58 - comente (9)

terça-feira, 1 de agosto de 2006

Cinebragança e fim de férias

Se as minhas férias antes da viagem de Porto foram lotadas de coisas para fazer, a situação se inverteu totalmente na última semana.

Como disse, fiquei doente, muito doente durante a viagem de volta. Não me lembro de ter tido uma gripe/resfriado* tão forte. E isso se prolongou durante o resto dos dias de descanso que tinha pra aproveitar.

Bom, não tem muito o que falar de Porto, o fato de mais destaque foi meus 40° de febre durante a volta mesmo. É fácil resumir toda a viagem usando apenas duas palavras: 'sono' e 'mulheres' (e isso se transforma em se divertir cansado). Sono por que você volta pro hotel às 4h da madrugada, vai dormir lá pelas 6, 7h e se quiser aproveitar e ir ao passeio tem que estar acordado às 11h ou até antes. E nem preciso explicar o 'mulheres', né? =)

Bom, voltando ao fim de férias, pra não passar totalmente em branco essa última semana, sábado fui com uns amigos assistir 'Superman - O retorno' no cinema daqui de Bragança. É difícil descrever o 'CINEBRAGANÇA' pra quem não conhece, mas vou tentar.

Construído possivelmente antes do início do século passado, é um cinema que pouco mudou durante todos os anos de funcionamento, inclusive nos filmes. Se destaca por ser o único que não acompanha nem lançamentos mundiais, só tem uma sessão por dia e muito frequentemente vemos um filme dublado ficar em cartaz por semanas.

Seu momento de glória foi durante o que costumo chamar de 'A Grande Reforma'. Nela todos os assentos da parte de baixo, que até então eram meros 'sofás desconfortáveis', foram trocados por poltronas normais de auditórios. Os da parte de cima continuaram sendo 'sofás desconfortáveis'. É engraçado esse negócio de 'parte de cima' e 'de baixo', então vai um desenho ilustrativo:


Neste cinema, os cidadãos da terra da lingüiça, me inclundo agora é claro, puderam presenciar fatos pra lá de interessantes, alguns até engraçados. Como há não muito tempo atrás, logo após o intervalo e início da segunda parte da exibição do filme 'Titanic'. Me lembro claramente de um tiozinho tirando fotos da telona, com flash e tudo. Um fato um pouquinho mais recente foi um pessoal estourando champagne em plena exibição de 'Hulk'.

E claro que como em qualquer cinema também há a ação de baderneiros chatos barulhentos viciados em guerra de pipoca. A diferença é a ineficiência do lanterninha, que insiste em dar mais atenção aos casais do fundão.

Todos esses fatores, sem contar a maravilhosa tecnologia de som e imagem, garantem momentos de pura diversão para os entusiastas e cinéfilos bragantinos. Por isso eu e meus amigos somos fãs de carteirinha do CINEBRAGANÇA, e logo na estréia dos novos filmes com certeza estamos lá. Nem que seja pra dar risada.

-

* Eu juro que dou um tazo pra quem me explicar o que é gripe e o que é resfriado, afinal.

postado por Zeca Daidone - 20:47 - comente (5)

o que era pra ser?

Blog feito para expressar opiniões que eram para ir contra a maioria da sociedade, mas acabam sem expressividade e não expressam nada com expressão mesmo. Então o objetivo é propagar informações e/ou qualquer coisa que talvez não sejam muito informativas, mas o principal e quem sabe até real motivo é servir como uma válvula de escape de uma criatividade extremamente fértil, que infelizmente de vez em quando não é bem direcionada. Por enquanto.

quem acho que sou?

cluster / josé a. daidone neto

Estudante de Engenharia de Computação na UFSCar, 22 anos de idade, inquieto quando era para ficar quieto e quieto quando era para inquietar-se, tenta estar animado mesmo diante dos piores cenários para nosso incerto futuro. Saiba mais aqui

Gosta muito de ler, de computadores, internet, desenhos animados, séries (mas não as numéricas), filmes de ação e de aventura, ama o seu quarto e é viciado em Pink Floyd, mas tem ouvido muita coisa ultimamente.

Não gosta de várias coisas, como por exemplo ter que repetir o que disse após um 'oi?' ou simplesmente perder um gol durante a educação física (isso não existe mais, enfim). Em tempos de universidade, não gosta de ter que dedicar tanto a teoria matemática e perceber que toda sua criatividade e tempo livre cada vez são menores. Também não gosta de ter que lembrar o que não gosta.

siga este caminho

nostálgico passado

li, gostei, recomendo

feed - sirva-se

outros

Powered by Blogger

Image 

hosted by Photobucket.com

BlogBlogs.Com.Br