du Contra: Internet sem seleção natural

quinta-feira, 7 de setembro de 2006

Internet sem seleção natural

Às vezes por pura comodidade não temos o conhecimento da total potencialidade das coisas ao nosso redor, e acabamos não aproveitando tudo que isso pode oferecer.

Um bom exemplo disso é a internet e seus "novos" usuários. Com sua popularização e uso cada vez mais facilitado, a seleção natural de pessoas auto-suficientes deixou de existir.

Explico: mesmo muito novo (pouco menos de dez anos) quando comecei a navegar na web, lembro que não era tudo tão fácil assim como é hoje. O acesso, além de discado* (ou seja, era lento e caía a cada dez minutos), necessitava um provedor pago e muitas vezes limitado (poucas horas por mês!).

Graças a isso, meu pai fazia questão de guardar sua senha a sete chaves, me liberando a internet somente às 15h de domingo, sem direito a rediscagem, ou seja, até cair a conexão pela primeira vez. O que não demorava muito.

Não bastasse a conexão discada e seus problemas, existiam inúmeras outras barreiras para dificultar o acesso e melhor aproveitamento da internet por seus usuários. Programas lentos e cheios de bugs, ferramentas de busca ineficientes, falta de conteúdo comprovado, insegurança...

Por causa de tudo isso, apenas os que tinham capacidade de enfrentar e superar todos esse problemas acabavam participando ativamente e desfrutando de tudo o que a rede tinha para oferecer. Essa era a seleção natural, que deixava a internet com usuários auto-suficientes. Cooperação existia, mas ninguém perguntava algo sem ao menos ter procurado sozinho.

Aí onde quero chegar. Os usuários mais recentes pegaram uma internet muito mais facilitada, em tempos de MSN, Orkut, Google, Wikipédia, banda larga, computadores rápidos...

Qualquer pessoa pode e quer usar, quer entrar na modinha, e logo quando percebe que tem tudo na palma da mão, se acomoda e vira um usuário que não sabe se virar. Não tem a mínima noção de como as coisas funcionam, qual computador está usando, como salvar arquivos em um disquete, nem mesmo como enviar um e-mail!

Quem usa e-mail quando podemos mandar um scrap? Qualquer um pode ver o que mando, mas e daí? Muito mais fácil mandar scrap, coisa que já sei fazer, do que aprender uma coisa nova. Privacidade e segurança são deixados de lado por causa da comodidade e ignorância.

Não existe mais o fuçar, se danar, mas conseguir o que quer e aprender. Precisa fazer algo que não sabe? Só perguntar pra alguém online no MSN, muito mais fácil. Caso esse algúem diga que para fazer o que quer precisa de sua conta e senha no banco, tudo bem, mais fácil do que aprender sozinho.

Quando que isso vai mudar?

Quando tudo voltar a ser difícil o suficiente para seleção natural voltar a existir OU quando tudo vir a ser tão fácil que não existam dúvidas nem perigos. Mas quer começar a fazer sua parte? Não tenha medo de ferrar tudo, aprenda fazer backup, faça backup, e comece a fuçar sem preocupação. Só não vai dar tua senha no banco. DÃ.

---

* Em abril, quando mudei de casa, ficamos umas semanas sem ter banda larga, então a solução foi usar de vez em quando a pouco saudosa conexão discada. Me surpreendi ao ver como a qualidade melhorou. A conexão não caiu nenhuma vez e a velocidade ficou estável o tempo todo. Olha que usei um provedor desses gratuitos que existem. Que beleza.

postado por Zeca Daidone - 20:29 -

15 Comentários:

Anonymous tonto:

oi, alguem ker tc?

setembro 07, 2006 10:21 PM

 
Anonymous cavz:

EU.
oi tudo bem?

setembro 07, 2006 10:23 PM

 
Anonymous tonto:

oi, td e vc?

setembro 07, 2006 10:24 PM

 
Anonymous cavz:

tb, tc de onde?

setembro 07, 2006 10:27 PM

 
Anonymous tonto:

de bragança paulista.
ei, esse negocio de ter q digitar uma sequencia de letras q vc vê na img ta dificultando mt nossa comunicaçao.
otro dia nois conversa mais, flw.

setembro 07, 2006 10:28 PM

 
Anonymous cavz:

ok
EU NEM QUERIA CONVERSA MESMO
='(

setembro 07, 2006 10:30 PM

 
Anonymous tonto:

desculpa eu axo q fui mto grosso.
de onde vc tc?

setembro 07, 2006 10:30 PM

 
Anonymous cavz:

AHH agora vc quer conversar né??
ta pensando oque???
que eu estou sempre a disposição quando vc bem entender??
POIS AI QUE VC SE ENGANA
EU SO DE BRAGANÇA PAULISTA TAMBEM

setembro 07, 2006 10:34 PM

 
Anonymous tonto:

nossa q coincidenci!!!!111

setembro 07, 2006 10:34 PM

 
Anonymous cavz:

é eu tb achei
erhm vc vem sempre aqui?? -.^

setembro 07, 2006 10:35 PM

 
Anonymous tonto:

soh quando o jozé alfredo fala q esta atualizado. e vc?

setembro 07, 2006 10:36 PM

 
Anonymous cavz:

apenas quando o jozeca diz que tem coisa nova no pedaço.
ei vc percebeu como nos somos parecidos???
vc acredita em destino?

setembro 07, 2006 10:45 PM

 
Anonymous tonto:

nao acreditava, mas estou começando a acreditar hiihihi

setembro 07, 2006 10:50 PM

 
Blogger Cluster:

Ok, chega por favor. :(

setembro 07, 2006 10:53 PM

 
Anonymous tina oiticica:

Concordo com você no que diz respeito ao descanso brasileiro e sua dependiencia em ajuda de terceiros em vez de sair e pesquisar por si mesmo. Nestas características residem, em parte, os problemmas de orkut.com. Até hoje os TOS não foram traduzidos. Google, Inc. inventou mil estórias sobre a nossa constituição e no brasil todo mundo vai e repete as estórias pra boi dormir.

Sei que você é um techie porque li umas poucas vezes teu blog antigo e não entendi patavina. Meu marido detesta HTML e aprendi lendo source de outros blogs. Falta agora o grande passo, para WP/MT. Esste formato é um barato e o blog vira revista.

Mas nem tenho MSN, detesto esse tipo de comuncação. Como vocie frisou, iniciativa e sagacidade são importantes.

Espero que tenha acabado teu tratamento de alergias. Escola deve ter começado. Até+!

setembro 11, 2006 3:58 AM

 

Postar um comentário

<< Home

o que era pra ser?

Blog feito para expressar opiniões que eram para ir contra a maioria da sociedade, mas acabam sem expressividade e não expressam nada com expressão mesmo. Então o objetivo é propagar informações e/ou qualquer coisa que talvez não sejam muito informativas, mas o principal e quem sabe até real motivo é servir como uma válvula de escape de uma criatividade extremamente fértil, que infelizmente de vez em quando não é bem direcionada. Por enquanto.

quem acho que sou?

cluster / josé a. daidone neto

Estudante de Engenharia de Computação na UFSCar, 22 anos de idade, inquieto quando era para ficar quieto e quieto quando era para inquietar-se, tenta estar animado mesmo diante dos piores cenários para nosso incerto futuro. Saiba mais aqui

Gosta muito de ler, de computadores, internet, desenhos animados, séries (mas não as numéricas), filmes de ação e de aventura, ama o seu quarto e é viciado em Pink Floyd, mas tem ouvido muita coisa ultimamente.

Não gosta de várias coisas, como por exemplo ter que repetir o que disse após um 'oi?' ou simplesmente perder um gol durante a educação física (isso não existe mais, enfim). Em tempos de universidade, não gosta de ter que dedicar tanto a teoria matemática e perceber que toda sua criatividade e tempo livre cada vez são menores. Também não gosta de ter que lembrar o que não gosta.

siga este caminho

nostálgico passado

li, gostei, recomendo

feed - sirva-se

outros

Powered by Blogger

Image 

hosted by Photobucket.com

BlogBlogs.Com.Br