du Contra: As botas

sábado, 13 de maio de 2006

As botas

Era um vez um cachorro, três patas, penas coloridas, todas brancas, vivia andando de skate.

Essa galinha, que andava de patins, pediu bolacha para o pai, que comprou quando estava pulando de para-quedas.

Como eles não gostavam de esportes, não paravam de jogar video-game, mas foram andando de bicicleta para o banheiro, jantar.

Nesse dia, o aspirador de pó, ouviu de madrugada, uma voz, que recitava um poema, cheio de vírgulas.

Com muito medo, todas as formigas da fazenda nunca mais usaram o conversível, nem se o pneu tivesse cheio.

Quando os seus dedos dos pés batiam no teclado, o lustre piscava, parecendo um boné boiando. A partir desse dia, seu sonho mudou, e alguém morreu querendo ir para Jamaica, trabalhando como pintor de cabelo.

Agora todos sabem a história do primo da professora de um cara que conheci ontem, enquanto ele olhava as horas. Eram 11:29 a.m. e o cachorro estava latindo depois de ter caído do skate.

-----

Há 38 dias, meu pai fez a primeira ligação para Telefônica, contratando o serviço de banda larga Speedy. Desde aquele dia meu pai já ligou de volta mais de 6 vezes. Já falaram que iam mandar o modem três vezes, e que chegaria em no máximo 12 dias. Estamos aguardando até agora...

[update] - Voltei. =)

postado por Zeca Daidone - 11:31 -

2 Comentários:

Anonymous Anônimo:

http://www.contrariando.com/
CLONE te clonarao aaaaaaa

maio 14, 2006 8:25 PM

 
Anonymous tonto:

xamo pra joga bola, ô, ô ô ô

maio 16, 2006 7:02 PM

 

Postar um comentário

<< Home

o que era pra ser?

Blog feito para expressar opiniões que eram para ir contra a maioria da sociedade, mas acabam sem expressividade e não expressam nada com expressão mesmo. Então o objetivo é propagar informações e/ou qualquer coisa que talvez não sejam muito informativas, mas o principal e quem sabe até real motivo é servir como uma válvula de escape de uma criatividade extremamente fértil, que infelizmente de vez em quando não é bem direcionada. Por enquanto.

quem acho que sou?

cluster / josé a. daidone neto

Estudante de Engenharia de Computação na UFSCar, 22 anos de idade, inquieto quando era para ficar quieto e quieto quando era para inquietar-se, tenta estar animado mesmo diante dos piores cenários para nosso incerto futuro. Saiba mais aqui

Gosta muito de ler, de computadores, internet, desenhos animados, séries (mas não as numéricas), filmes de ação e de aventura, ama o seu quarto e é viciado em Pink Floyd, mas tem ouvido muita coisa ultimamente.

Não gosta de várias coisas, como por exemplo ter que repetir o que disse após um 'oi?' ou simplesmente perder um gol durante a educação física (isso não existe mais, enfim). Em tempos de universidade, não gosta de ter que dedicar tanto a teoria matemática e perceber que toda sua criatividade e tempo livre cada vez são menores. Também não gosta de ter que lembrar o que não gosta.

siga este caminho

nostálgico passado

li, gostei, recomendo

feed - sirva-se

outros

Powered by Blogger

Image 

hosted by Photobucket.com

BlogBlogs.Com.Br