du Contra: Provas de exatas

terça-feira, 28 de março de 2006

Provas de exatas

Tenho prova de química amanhã, e para ir bem, como sempre, vou continuar seguindo esse Guia do estudante de ensino médio para provas da área de exatas:

1. Na medida do possível, evite ler o problema. Lendo o problema, você perde tempo e fica confuso.

2. Extraia os números do problema na ordem em que aparecem. Cuidado: pode haver números escritos por extenso.

3. Se com a regra 2, obtêm-se três ou mais números, o melhor palpite para atinar com a resposta é somá-los.

4. Se só houver dois números - e um deles não for muito maior do que o outro - a subtração deve dar o melhor resultado.

5. Se só houver dois números e um deles for muito maior do que o outro, opte pela divisão (se a divisão for de resto zero) ou pela multiplicação (caso a divisão não seja exata).

6. Se o problema parece requerer o uso de uma fórmula, escolha uma que tenha letras suficientes para abrigar todos os números do problema.

7. Se as regras 1-6 não funcionarem, tente um expediente de desespero. Rabisque, ao acaso, operações com os números da regra 2, de modo a preencher ao menos duas páginas. Marque com um círculo cinco ou seis respostas em cada página (dá de uma delas ser a verdadeira...). Em todo caso, você pode ganhar meio certo numa dessas por ter se esforçado.

8. Nunca gaste muito tempo resolvendo problemas. Com estas regras, você pode realizar o exame mais exigente em não mais do que 10 minutos e sem ter que pensar muito.

(fonte: http://members.tripod.com/~co... )

[update] Parece que tá funcionando, acertei 9 questões de 10 na prova de hoje.

postado por Zeca Daidone - 19:51 -

8 Comentários:

Blogger Cluster:

As regras 7 e 8 são as melhores e que mais dão certo.

março 28, 2006 8:20 PM

 
Anonymous Chen:

Ae Cluster...
hehehe, acho que essas regras não se aplicarão às minhas provas da faculdade.
Cálculo, Álgebra, derivadas, limites, integrais e tudo mais são muito além das 10 regras.
Mas, na hora do desespero, não custa tentar :P

Abraços!

março 28, 2006 8:21 PM

 
Anonymous Alexandre:

SHAUSHUA!!
AÍ ESTA MINHA SOLUÇÃO PRAS PROVAS DE QUIMICA!!!

NOSSA... VALEU MUITO VEIO!
E olha que eu tava indo estuda e VC ME ABRIU OS OLHOS!

HAHAHA!

T++

março 28, 2006 8:45 PM

 
Anonymous Menel:

se eu falar q isso faz com q o exercicio perca toda a emocao vc vai me xingar, ne?
=/
=*

março 29, 2006 8:03 PM

 
Anonymous Docko:

Uteis... e já as testei e aprovei durante anos.. e amanha vou usa-las de novo..

março 31, 2006 11:36 PM

 
Anonymous .nate.:

Zecaaaaaa... estuda em vez de fazer isso em!? hahah
Zuera.. te adoroo!
Beijooo

abril 02, 2006 5:57 PM

 
Blogger Fry':

wow, eu uso isso faz tempo também.

Regrinhas aprovadas. Pena que não funciona com história/geografia. TT

abril 11, 2006 5:59 PM

 
Blogger tina:

Olá! Faz é tempo mas te achei P Li que o maior problema dos problemas matemáticos não é a matemática em si mas problemas de leitura. Logo as dicas batem de certa forma. Teu blog novo é bem paginado e voltarei, pd crer.

abril 29, 2006 9:59 PM

 

Postar um comentário

<< Home

o que era pra ser?

Blog feito para expressar opiniões que eram para ir contra a maioria da sociedade, mas acabam sem expressividade e não expressam nada com expressão mesmo. Então o objetivo é propagar informações e/ou qualquer coisa que talvez não sejam muito informativas, mas o principal e quem sabe até real motivo é servir como uma válvula de escape de uma criatividade extremamente fértil, que infelizmente de vez em quando não é bem direcionada. Por enquanto.

quem acho que sou?

cluster / josé a. daidone neto

Estudante de Engenharia de Computação na UFSCar, 22 anos de idade, inquieto quando era para ficar quieto e quieto quando era para inquietar-se, tenta estar animado mesmo diante dos piores cenários para nosso incerto futuro. Saiba mais aqui

Gosta muito de ler, de computadores, internet, desenhos animados, séries (mas não as numéricas), filmes de ação e de aventura, ama o seu quarto e é viciado em Pink Floyd, mas tem ouvido muita coisa ultimamente.

Não gosta de várias coisas, como por exemplo ter que repetir o que disse após um 'oi?' ou simplesmente perder um gol durante a educação física (isso não existe mais, enfim). Em tempos de universidade, não gosta de ter que dedicar tanto a teoria matemática e perceber que toda sua criatividade e tempo livre cada vez são menores. Também não gosta de ter que lembrar o que não gosta.

siga este caminho

nostálgico passado

li, gostei, recomendo

feed - sirva-se

outros

Powered by Blogger

Image 

hosted by Photobucket.com

BlogBlogs.Com.Br